Equipe do IFC participou do Projeto Rondon em parceria com a Udesc

terça-feira, 30 de julho de 2019

Estudantes Ana Merissa Damasceno e Emanuele de Oliveira, do curso de licenciatura em Química do IFC Brusque, e André Bezerra, de Engenharia Elétrica do IFC São Francisco do Sul, participaram das operações do projeto Rondon, coordenado pelo Núcleo Extensionista Rondon (NER) da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc). O projeto atendeu 12 municípios na região da Associação de Municípios do Oeste Catarinense, entre os dias 10 e 20 de julho, com atividades nas áreas de comunicação, cultura, direitos humanos e justiça, educação, meio ambiente, trabalho, saúde, tecnologia e produção.

Objetivo do projeto é promover a interação da comunidade acadêmica com a sociedade por meio da troca de conhecimentos, bem como contribuir com soluções sustentáveis para a inclusão social e a redução das desigualdades regionais e colaborar com o processo de desenvolvimento e fortalecimento da cidadania dos estudantes participantes. Este ano, a iniciativa é denominada “Operação Gilmar Gomes”, em homenagem ao professor da Udesc e entusiasta do NER falecido em fevereiro.

Estudantes do IFC foram acompanhados pelo professor Eddy Ervin Eltermann, do Campus Brusque. “Projeto Rondon é uma ótima possibilidade de colocar em prática os conhecimentos adquiridos em aula, bem como, de desafiar os estudantes para efetuarem oficinas sobre temas que talvez eles pouco acessem durante seu processo de formação. Coloca os alunos em situações de desafio e realiza uma troca com a comunidade”, destaca o professor que coordenou a equipe em Sul Brasil com Leila Maria Matos, servidora da Udesc.

Ana Merissa Damasceno e André Bezerra integraram a equipe em Nova Itaberaba. “A convivência é fantástica e as oficinas nos fazem refletir sobre nosso papel na sociedade. Se no próximo ano tiver oportunidade, com certeza estarei de volta, onde quer que seja a próxima operação”, revela Bezerra.

Emanuele de Oliveira atuou em Coronel Freitas. “O aprendizado no Rondon é fantástico, pois convivemos com estudantes de diferentes áreas do conhecimento e com diferentes histórias de vida em uma cidade onde não conhecíamos ninguém. É um desafio, mas é engrandecedor”, define a estudante.

Além do IFC, a parceria contou também com a participação da Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra), Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) e Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc). Cerca de 150 rondonistas realizaram as atividades nos municípios de Águas Frias, Arvoredo, Caxambu do Sul, Chapecó, Cordilheira Alta, Coronel Freitas, Guatambu, Nova Itaberaba, Pinhalzinho, Planalto Alegre, São Carlos e Sul Brasil.

Texto: Cecom/Reitoria/Rosiane Magalhães
com informações e fotos do professor Eddy Ervin Eltermann